FUI DEMITIDO POR CAUSA DO CORONAVÍRUS, E AGORA?

Quais são os diritos de quem for demitido durante a pandemia?

A dispensa do empregado, ainda que ocorra durante a pandemia do Novo Corna Vírus (COVID-19), obedece às regras habituais da CLT.

Assim, o empregado demitido sem justa causa terá direito ao aviso prévio proporcional ao tempo de serviço, receberá o saldo de salário, correspondente aos dias trabalhados e ainda não pagos, 13º proporcional, férias proporcionais acrescidas de 1/3, eventuais férias vencidas, acrescidas de 1/3 e multa de 40% do saldo do FGTS.

E ainda, preenchidos os requisitos legais, poderá sacar o FGTS e seguro-desemprego.

E EM CASO DE DISPENSA DO EMPREGADO EM RAZÃO DO FECHAMENTO DA EMPRESA?

Nessa hipótese, se o fechamento se deu em razão da pandemia, a multa do FGTS é paga no montante de 20%, ou seja, a metade. As demais verbas são pagas normalmente.

Vale destacar que se a empresa e o empregado aderiram ao programa de suspensão ou redução da jornada de trabalho, há estabilidade pelo mesmo período da suspensão/redução da jornada e por igual período após a cessão dessa situação. Ou seja, se o contrato ficou suspenso por 60 dias, terá estabilidade no período da suspensão e por mais 60 dias.

Caso você precise de um advogado que atue com DIREITO TRABALHISTA, entre em contato conosco diretamente via whatsapp, clicando aqui.


Entre em contato via whatsapp clicando aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ITAÚ CÓDIGO 408 LIMINAR PARA DESBLOQUEIO

CONTA BLOQUEADA SANTANDER SUSPEITA DE FRAUDE

Bloqueio de conta Itaú código 408